APAC FEMININA DE ITAÚNA CELEBRA 20 ANOS

A APAC FEMININA DE ITAÚNA FOI A PRIMEIRA APAC FEMININA DO MUNDO E SERVIU DE MODELO PARA AS DEMAIS EXISTENTES NO PAÍS

Nessa quarta-feira, 27, a APAC Feminina de Itaúna celebrou juntamente com as recuperandas, voluntários, autoridades e colaboradores os 20 anos da primeira APAC Feminina do mundo.

Em comemoração a essa data, as recuperandas participaram de uma gincana na parte da manhã coordenada pela voluntária  Luana Batista e a tarde foi celebrada uma missa pelo Padre Amarildo,  que é um voluntário assíduo desde o nascimento das APACs em Minas Gerais.

 Também foram realizadas apresentações do coral das recuperandas regido pela maestrina Juliana Batista.

Ao final foram realizadas duas homenagens a duas pessoas que foram importantes durante a criação da APAC Feminina, Dr. Paulo Antônio de Carvalho, juiz da Execução Penal da época, responsável pela implantação das APACs na comarca de Itaúna e a voluntária Maria Custódia Pinto, que fez parte do voluntariado do início da APAC Feminina desde sua inauguração e atua até hoje na entidade.

Momento em que as recuperandas realizavam uma singela homenagem ao Dr. Paulo e a Sra. Maria Custódia

Também estiveram presentes no evento, o juiz da Vara de Execução Penal de Itaúna, Dr. Adelmo Bragança de Queiroz, o presidente das APACs de Itaúna,  Dr. Peter Gabriel  Gonçalves de Andrade, o gerente geral da APAC,  Sr. Daniel Luiz Silva, o membro da diretoria, Dilermando Victor, além de colaboradores da Entidade e voluntários.

 Foram momentos de muita comoção e alegria entre os presentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Translate »